O oito e o oitenta

Antes demais, começar por dizer, que não, não vou falar do empate caseiro do FC Porto, não me vou queixar da arbitragem, não, não me vou queixar do Vítor Pereira e por último, não não me vou queixar dos jogadores nem da qualidade do futebol, do FCPorto, hoje vou-me dedicar aos adeptos…esses seres tão irracionais.

Como todos os que liam este fórum sabem, eu costumava fazer uma antevisão e uma crónica a todos os jogos do FC Porto, mas de um momento para o outro deixei de o fazer, não porque tivesse muita falta de tempo, ou porque não goste de o fazer, mas porque comecei a ficar triste com o que via todos os jogos.

Podemos dizer que na época passada o FC Porto não passeava propriamente pelos relvados de Portugal, que não era propriamente uma equipa que encantava, mas agora podemos também dizer, que temos adeptos do contra…que não lhe chegando andar triste porque a sua equipa joga mal, são capazes de tratar mal os próprios jogadores, os treinadores, os dirigentes que lhes dão títulos ano após ano, que lhes dão ligas dos campeões, que lhes dão taças UEFAs, que lhes dão Falcao, Hulk, Deco, Vitor Baía, Jackson Martinez, Moutinho, Lucho, Ricardo Carvalho, Jorge Costa, João Pinto, Madjer, Futre entre outros, uns para os mais velhos, outros para os mais novos.

Lembro-me de ouvir há uns anos que éramos um clube de bairro e sonhava com o momento em que podia olhar nos olhos de quem o dizia e sorrindo dizer “Pois olha, o clube de bairro, é o clube com mais títulos em Portugal e um dos mais titulados do mundo….e agora?”

A verdade é que esse momento já chegou e já o posso admitir perante o adepto de um qualquer outro clube…mas não o faço e não o faço porque? Por vários motivos…um dos quais é porque me começo a envergonhar dos adeptos que o meu clube está a captar.

Irrita-me solenemente, juro que irrita! Se até há uns anos atrás, eu ia ao estádio e ERA DIFÍCIL arranjar bilhetes para ir ver os jogos, porque fizesse chuva, sol, neve, gelo, vento, as pessoas iam ao futebol por amor, por paixão ao clube que vestia de azul e branco, hoje, hoje já não é bem assim, efeitos de um crescimento global, efeitos de um marketing, que diga-se em abono da verdade, o clube não procura…alguns dizem mal, eu cá digo bem! A imagem principal é do clube, independentemente dos jogadores\treinadores que por cá passem, a que deve sempre ser vendida é a da marca FC Porto, a verdade é que esta nova geração de adeptos do futebol, é algo mais…é a geração da histeria colectiva, é a geração dos clubes de fãs, mas daqueles mesmo bons!! Dos que nunca viram jogar um jogador, mas só porque ele tem pinta de malandro e umas tatuagens já merece que se desespere quando ele não entra em campo e depois quando entra não faz nada de jeito, e  os novos adeptos, ficam maravilhados, porque o gajo lá entrou e fez três fintas, penteou o cabelo duas vezes para as fotos e deu uma camisola, hoje em dia, já não é o FC Porto que move paixões, são as caras bonitas…ser raçudo, sair do campo todo encharcado, lutar até à exaustão pela vitória, não significa nada, (a não ser que pelo meio se façam três “cochinhas” 2 pontapés de bicicleta e se pisque o olho para a “pequenada” ). Antigamente era comum ver famílias nas bancadas, onde os mais novos tinham olhos que brilhavam, por estarem a ver aquelas camisolas azuis e brancas a bailar dentro do campo, ver os adeptos a agitar bandeiras a cantar até a exaustão, hoje em dia a única coisa que se vê a brilhar, são flash´s (sinais dos tempos dirão uns, palhaçada direi eu, que até já tirei umas fotos no estádio do Dragão…mas sempre antes do jogo e depois, nunca durante 1 jogo!) e  cartazes a pedir camisolas, gravatas, luvas, chinelos, cuecas, boxer´s, cuspidelas, qualquer coisa serve, desde que sejam dirigidas directamente à “pequenada”, acho que alguns até nem se importavam de levar um pontapé no nariz, desde que fosse do James ou do Iturbe, ou até do goleador Kléber…

Há também os outros adeptos, os dos coitos interrompidos, os que um dia o FC Porto vence um jogo, por 4-0 jogando o mesmo tipo de futebol que se tem vindo a jogar, mas com mais golos que quase morrem de tanto orgasmo que têm durante aquela semana, passam de o campeão voltou o maior está de volta e vamos comer esta merda toda, para um empate na semana a seguir e é a depressão, volta o prozac para cima da mesa de cabeceira, nada mais os safa do suicídio e do auto flagelo, é a desgraça colectiva, é o coito interrompido, estavam quase a ter o orgasmo, mas ficaram pelo quase, não há meio termo, se ganha é o maior do mundo, se não ganha é uma merda, já sabiam que era assim, começo a achar que vivo numa era e numa sociedade, maníaco depressiva em constante revolta consigo mesma..sei que os mais velhos, e por mais velhos não falo em idade, mas sim naqueles que sabem o que é viver o clube com paixão e não com bandeirinhas de países e nomes de jogadores e com os gritos de histeria colectiva por causa de uma chuteira cor de rosa por causa de 1 crista, por causa de uma tatuagem que diz Deus é grande mas eu sou maior…a corrida à foto, a corrida à imagem na tv com a bandeirinha a dizer o nome do jogador, o passar 90 minutos alheados ao jogo a mexer no telemóvel a tentar tirar uma fotografia ao artista…esses ficam fodidos da vida por causa de um empate…nada vai melhorar o seu humor a não ser uma vitória retumbante do seu clube na próxima jornada esses ficam tão fodidos que nem vão tomar café ao sitio do costume porque vai lá estar um filho da puta qualquer a mandar bocas e a gozar, já os outros…os outros vão para a Internet meter fotos do pontapé que levaram no focinho e escrevem como legenda “merda perdemos, mas tirei uma foto com o meu ídolo” outros vão escrever ” caralho aquele treinador é um filho da puta já sabia que não valias nada e aquele jogador? aquele merdas? já sabia cabrão sai do meu clube…” quando na “escrita” anterior escreveram ” És o maior, estou tão orgulhoso de jogares no meu clube” “FC Porto é o maior do mundo”….

Irrita-me juro que irrita….neste momento preferia o meu clube de bairro, com os meus adeptos apaixonados, com os meus amigos que não saem de casa para ir ao café, com os meus pensamentos ansiosos pelo próximo jogo e pela próxima vitória, mas é o que temos….temos um clube mágico, um clube mundial, temos um clube cheio de vitórias e de vontade de vencer ainda mais…e começamos a ter adeptos de merda, eu por mim, continuarei a ser o mesmo…a ser o adepto das vitórias e das derrotas, o adepto que exige no mínimo que se lute pela vitória e que se não vencemos ao menos que tenhamos tentado…no fim fazem-se as contas e a marca FC Porto julgará e encontrará os culpados da felicidade ou da tristeza e os que gostam dos pontapés no nariz dos craques, vão ficar tristes, porque esses amanhã vão-se embora e o clube não sai daqui…

PS: Não meto aqui imagens, não sei desenhar, nem tenho paciência para fotografias, não poupo nas asneiras, porque não tenho paciência para pensar correctamente…o meu clube não ganhou hoje e estou fodido com isso, quando vem o próximo jogo?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s