SEIS NOVIDADES NOS CONVOCADOS PARA A TAÇA

As chamadas de Quiño, Iturbe, Rolando, Abdoulaye, Kelvin e Sebá (FC Porto B) são as novidades da lista de convocados de Vítor Pereira para o encontro frente ao Santa Eulália (sábado, 14h30), da terceira eliminatória da Taça de Portugal, que terá lugar no Estádio do FC Vizela.

Os seis jogadores, que não tinham sido chamados para o último desafio dos portistas, frente ao Sporting, a 7 de Outubro, poderão ter assim hipótese de alinhar no desafio frente a um adversário que milita na III Divisão. Fabiano, Quiño, Abdoulaye e Sebá poderão mesmo estrear-se com a camisola portista em encontros oficiais.

De fora ficaram atletas mais utilizados como Helton, João Moutinho, Defour, Jackson Martinez, Maicon e Otamendi. Alex Sandro e Rafa estão indisponíveis por lesão, tendo sido sujeitos a tratamento no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, onde decorreu a sessão de trabalho desta sexta-feira, a última antes do desafio em Vizela.

Lista de 18 convocados: Fabiano e Kadú (guarda-redes); Danilo, Lucho, Quiño, Castro, Iturbe, James, Kleber, Miguel Lopes, Rolando, Varela, Mangala, Abdoulaye, Fernando, Atsu, Kelvin e Sebá.

Anúncios

FC Porto – S.C. Portugal. Jogar como se fosse a Champions League

O FC Porto defronta hoje o Sporting em jogo a contar para a liga Zon Sagres, naquele que é o jogo mais importante da jornada  e que pode devolver os Dragões ao primeiro lugar, ainda que em parceria com os vermelhos da segunda circular (não gosto da palavra encarnado..).  Continuar a ler

Hulk? Quem é esse? James apresenta-se à Europa.

O FC Porto venceu esta 4º feira, o segundo jogo do Grupo A da Champions League e aquele que se previa mais dificil, tornou-se provavelmente, numa das exibições mais bem conseguidas da época. Depois do percalço contra o Rio Ave em que os jogadores decidiram tirar 50 minutos de folga, desta vez o unico que tirou folga, foi o adepto que foi ao Dragão, sobretudo a nível de roer as unhas e do nervoso mental ou vulgo desespero.

Vitor Pereira decidiu mais uma vez não meter o onze inicial por dois jogos seguidos, desta vez ficaram de fora, Defour, Miguel Lopes e Atsu, entrando para os seus lugares, Danilo, Varela e Fernando e todas estas alterações surgiram efeito, pois Varela foi desde o inicio do jogo um dos elementos mais perigosos dos Dragões no ataque, Fernando foi o polvo que todos conhecem, e Danilo defendeu bem, atacou bem uma enorme melhoria em relação ao ultimo jogo que tinha feito.

De facto, os Dragões entraram dentro de campo, decididos a vencer o jogo tacticamente fortes, subidos no terreno e sem medo de por o pé os azuis e brancos dominaram o jogo, Moutinho, Lucho e Fernando tomavam conta do meio campo e criavam jogada atrás de jogada, quer para Varela quer para James, infelizmente a bola teimou então entrar durante um largo período de tempo, embora não tenham faltado chances de o marcar, mas quer por defesas do guarda-redes quer por falha dos jogadores o suplicio de ver a bola a entrar demorou a terminar e se o FC Porto pressionava e tinha chances de ganhar, foi apenas numa pequena alteração táctica e de nomes que Vítor Pereira enganou provavelmente toda a estratégia do PSG, ao trocar Lucho por Defour, metendo o pau para toda a obra Defour a jogar do lado direito, sobretudo para fechar o lado defensivo e permitir a James vaguear mais do que já faz normalmente, se até ai o FC Porto já apertava, continuou a apertar e o golo chegou, através de um fabuloso remate de James, que vagueia pelas televisões de toda a Europa e assim carimbar mais uma vitória na Champions que mete o FC Porto em 1º lugar do grupo e apenas a uma vitória e um empate da próxima fase da prova mais importante de clubes da Europa .

Mais do jogo:

Todo o colectivo funcionou, salvo raras excepções, que são normais num jogo de 90+ minutos.

O trio do meio campo, provou que em forma, poderá ser dos trios mais consistentes a nivel europeu.

Alex Sandro, a mostrar cada vez mais que aquele que era o defesa esquerdo do  FCPorto não faz falta nenhuma, já nem me lembro do nome dele.

Sem Hulk, James começa a aparecer e a ser decisivo.

Menos do jogo:

O senhor Howard Webb contra o FC Porto costuma ter azar, desta vez, continuou a ter.

Falhanço de Helton que podia ter comprometido o resultado de um jogo que parecia óbvio mais cedo ou mais tarde…

 

 

FC Porto vs PSG de volta às vitórias ou nem por isso?

 

O FC Porto defronta pelas 19:45 o PSG em jogo a contar para a 2º ronda da Champions League.

Os azuis e brancos vão jogar com Helton, Danilo, Lucho, Maicon, João Moutinho, Jackson Martinez, James Rodríguez, Silvestre Varela, Fernando, Alex Sandro, Nicolás Otamendi.

Este é o onze mais rodado dos campeões nacionais e que deveria ser mais constante em vez de se mudar de equipa jogo sim jogo não.

O jogo terá transmissão na Sporttv e podem seguir AQUI

Convocatória FC Porto para o jogo da 5º jornada contra o Rio Ave

Otamendi, Fernando e Lucho González estão de regresso à lista de convocados do FC Porto. Ao invés, Vítor Pereira, em comparação com a lista da última jornada, deixa Iturbe, Kelvin e Abdoulaye de fora.

Depois de ontem ter integrado o treino a 100 por cento, aparentemente recuperado da lesão que o vinha afastando dos relvados, Fernando está de regresso às opções do treinador do FC Porto, que volta também a contar com Lucho González (falhou o último jogo devido ao falecimento do pai).

Otamendi falhou a última convocatória por opção e está também de regresso aos eleitos azuis e brancos. Continuar a ler

Campeão em crescendo de forma goleia Beira Mar

Não foi um jogo de gala este o do Dragão, que opôs FC Porto ao Beira Mar, mas teve golo de gala, Jackson Martinez, provavelmente chateado pelo falhanço em Zagreb, achou por bem, fazer um grande golo para compensar os adeptos, mas o jogo foi mais do que apenas o golo de Jackson, mais uma vez os azuis e brancos, dominaram o jogo em todas as vertentes, técnico e tácticas.

Vitor Pereira mudou a tática, um pouco empurrado pela falta de Lucho Gonzalez e Fernando, o FC Porto entrou para este jogo a jogar em duplo pivô  com a dupla Moutinho e Defour, enquanto James Rodriguez passeou classe pelo meio campo, com a camisola 10, o Beira Mar foi fraquinho e tenrinho demais para um FC Porto que desde o inicio do jogo demonstrou ao que ia e não deu chances para que o Beira Mar pensasse sequer no contrário.

Enquanto o FC Porto continuar a jogar os jogos desta maneira, poucas serão as equipas em Portugal que conseguirão levar de vencidos os jogos que fizerem contra os azuis e brancos comandados por Vitor  Pereira.

Na minha opinião, James foi o homem do jogo. Um golo de pé direito, uma assistência de pé esquerdo e outra de cabeça podiam chegar para o justificar mas a excelente circulação de bola, a qualidade de passe, a visão de jogo, são mais algumas das qualidades que pôs em campo e que fazem dele um novo “mágico”. Vítor Pereira pode querer manter a consistência do meio-campo, não alterando o trio Fernando, Moutinho e Lucho (e eu acho bem) mas, mais tarde ou mais cedo, James vai parar ao lugar onde mais e melhor faz a diferença.

 

FC Porto vs Beira Mar 4º Jornada Liga Zon Sagres

O FC Porto defronta esta noite o SCBeira Mar em jogo a contar para a Liga Zon Sagres, depois da vitória na Croácia sobre o Dinamo Zagreb os Dragões têm agora um boost de confiança para continuar a lutar pela liderança da Liga Zon Sagres que é neste momento partilhada com o benfica.

Para este jogo Vítor Pereira não pode contar com Lucho Gonzalez que se encontra na Argentina devido ao falecimento do seu pai, mas também com Fernando lesionado e Otamendi que ficou de fora por opção técnica, mesmo assim o treinador do FC Porto tem claramente uma equipa mais forte que a dos aveirenses que devem vir jogar ao Dragão como todas as outras que jogam no Estádio do Dragão, amarradinhas atrás sem qualquer confusão na táctica, a ordem é defender e atacar uma vez a cada 20 minutos para tentar surpreender, por este motivo, quer-me parecer que o FC Porto e os seus adeptos precisam de fazer mais um jogo daqueles em que a paciência é a palavra chave deste jogo.  Continuar a ler